terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Sociedade Secreta 1 & 2 (Resenha)



Segredos e Mistérios na Dose Certa

Diana Peterfreund, autora da série de livros Sociedade Secreta (Secret Society Girl) lançados no Brasil pela editora Record, nos apresenta a protagonista Amy Haskel estudante de letras que entra na Universidade Eli (uma clara referência a famosa Universidade americana Yale) no primeiro livro e logo é convidada a participar de uma das sociedades secretas mais populares do país: A Rosa & Túmulo (Título do primeiro livro). Não só isso. É a primeira vez na história da sociedade em mais de um século, em que eles resolvem admitir mullheres como membros.

Os Coveiros e Coveiras como são conhecidos entre si agora tem dois tipos de vida na Universidade. Os de estudantes normais que se preocupam com estudos, debates, festas e namoros e que são conhecidos no mundo "bárbaro" e os trabalhos de Coveiro que incluem estar presentes em iniações para outros coveiros aterrorizando-os para verem se eles estão aptos a participarem da Sociedade. O fato de Amy ser bem opnativa e dizer o que pensa, ajudou na hora dela ser selecionada. Agora ela precisa esconder o fato dela ser uma coveira (apelidade como Bugaboo pela Sociedade) de sua melhor amiga e colega de quarto já que ela não é autorizada a contar que está em uma sociedade secreta.


Já em Sob a Rosa (título do segundo livro dos quatro da série) Amy e os coveiros estão de volta.É o último ano da faculdade para ela e enquanto decide sobre o tema de sua monografia, ela se envolve em mais mistérios relacionados a sociedade secreta Rosa & Túmulo. Quando ela recebe um misterioso email vindo dela mesma, ela desconfia que alguém da sociedade secreta esteja vazando informações para um dos estudantes locais, pois só alguém de dentro teria os emails pessoais de cada membro. Com a ajuda de um dos membros que ela mais odeia,  Poe, Amy começa a investigar mais a fundo a fim de desvendar o mistério , ao mesmo tempo em que se envolve romanticamente como outro membro, George conhecido na Sociedade como Puck.

O livro que foi selecionado pela Biblioteca Pública de Nova Iorque como um dos melhores livros para jovens de 2007 (embora só tenha sido lançado no Brasil em 2009), mistura romance, com mistério e um toque de comédia e já vem recebido ótimas críticas comparando até ao aclamado Codigo DaVinci.

Diana Peterfreund sem dúvida nenhuma, é uma ótima autora da nova safra de mulheres que cada vez mais vem invadindo o mercado literário provando que as mulheres escrevem tão bem quanto os homens.

Um comentário:

###a.l.#### disse...

MAGNUM OPUS
O Mantra do Infinito
Autor: Orácio Felipe
Descrição :
Papai estava enfermo, sofrera um acidente. Ele havia afrontado Deus. Mas ele teria mais uma chance. Antes porém, haveria de ser iniciado, afim de que mudasse seus hábitos. O livro conta a história de um novo Cavaleiro do Templo.

www.clubedosautores.com.br