sábado, 24 de abril de 2010

Buffy, The Vampire Slayer 26-34 (Resenha)

Com Super Poderes Vem Grandes Responsabildades

E finalmente consegui me atualizar com os quadrinhos de Buffy, A Caça Vampiros em sua oitava temporada.

O que posso dizer é que. apesar de umas coisas estranhas nos quadrinhos que eu ainda não me acostumei, mesmo assim ainda estou adorando a oitava da temporada daquela que foi uma das minhas séries favoritas de todos os tempos e que também me deixou mal acostumada quando o assunto é vampiros. Então, eu culpo o Joss porque não me fazer gostar tanto dos recentes vampiros que estão na moda ultimamente.

Então, spoilers para os quadrinhos para quem está lendo ou pretende ler. Pare por aqui se você não quer saber o que vai acontecer. Ou aconteceu, no caso.

Como eu já havia dito antes. A temporada está sendo escrita pela mesma equipe de roteiristas da série Joss, Jane Spensor, Drew Godard entre outros. Então, uma das melhores coisas da série é a volta de antigos personagens: Warren, Amy, Oz (Eu não acreditei quando vi ele na capa!), Riley e até Angel. E tenho que confessar que a cada edição que passa eu amo mais e mais o Andrew. Ele está se tornando um dos meus favoritos. E Claro que a nerdisse do Joss em relação a referências do Superman continuam aparecendo como mostra a capa que ilustra essa resenha com Buffy erguendo um trem em uma clara referência a primeira Action Comics do Superman publicada em 1949. De qualquer jeito, ela ganha novos poderes que lembram as do Superman. Aliás, a cena dela com o Xander e ele perguntando a ela se ela podia fazer tal coisa praticamente listando todos os poderes de super herois existentes é hilária. Oh Xander......

E falando no Xander, eu ainda não sei o que pensar do relacionamento romântico dele com a Dawn. Sim, com a Dawn. Tudo bem, que houveram umas pistas meio estranhas durante a temporada enquanto a Dawn era uma centaurina, gigante, boneca etc... mas nunca achei que eles iriam concretizar os dois como casal mesmo. Bom, eu também nunca achei que a Buffy fosse dormir com uma das caçadoras e ela dormiu, então... Falando nisso, aquele papo dela com o Xander foi meio estranho. Ela estava mesmo apaixonada por ele ou tava querendo proteger a irmã? E eu dou razão ao Xander naquela cena, estava meio tarde para ela se confessar apaixonada por ele mesmo.

E o Oz. Ahhh como eu senti falta dele. Foi hilária a chegada da galera lá em um... SUBMARINO! A Buffy tem um Submarino! Eu ainda não consigo acreditar nisso. Como assim? Hilário demais. Oz agora é casado como uma tibetana e mora no Tibeh com ela e tem um filho, completamente normal. Ele conseguiu controlar o lobo dentro dele graças a muita meditação e conexão com a natureza como foi mostrado no último episódio da quarta temporada em que ele apareceu. Tara também aparece em um especial sobre a Willow, mas era só uma  miragem que Willow logo rejeita porque ver Tara ainda a faz sofrer. Pobre Will...


O que mais que eu posso dizer dessa temporada? Eu acabei de ler 8 edições seguidas, então ainda estou com as emoções misturadas. Mas eu gostei de cada aspecto, adorei a volta de alguns personagens e para a minha surpresa apesar de odiar Warren na série, a dobradinha dele com a Amy como namorados está hilária. Especialmente com as constantes piadas em relação a pele dele.

Uma coisa interessante é que quando Buffy & Cia estão no Tibete junto com a família de Oz, Buffy ganha super poderes como eu já havia dito antes. Ela pode voar, tem visão de raio X (ou algo parecido) além de ser mais rápida do que uma bala (Qualquer coincidência NÃO é mera semelhança!) Mas acabamos descobrindo que ela estava sugando os poderes de caçadoras que morreram para ela ficar com os poderes. Quando Willow descobre a respeito, ela acaba se sentindo mal porque aquilo fazia dela uma vampira. Já que com as meditações que o grupo estava fazendo, eles haviam parado de usar magia até a magia voltar a eles.
                                        

É quando descobrimos quem é o grande vilão da temporada, o tão misterioso Twilight que eles vem tentando descobrir desde o começo das revistas é nada mais nada menos que Angel, o eterno amor de Buffy. Sim, Spike também foi um grande amor, mas segundo os quadrinhos, a volta de Angel que a conectou com o a terra, o poder das caçadoras, o universo tudo. E aliás, que conexão ! Eles finalmente podem explorar o que nunca puderam na série... Em uma...sequência bastante... picante se é que vocês me entendem...Mas de de muito bom gosto. Depois de 7 anos, Buffy e Angel finalmente dormem juntos novamente. E Buffy resolve ircorporar seus novos poderes de voo dessa vez.

É quando descobrimos que na verdade Twilight não é uma pessoa, no caso Angel, mas sim um lugar. O local onde eles chegaram depois de voarem por algumas horas. Giles explica que pelo fato de Buffy ter dividido seu poder com outras futuras caçadoras (coisa inédita na mitologia das caçadoras) a natureza a estava recompensando a se conectar com Angel novamente.

Vamos ver o que acontece nas próximas cinco edições já que a oitava temporada está estimada a ter 40 edições antes de acabar. Mas Joss Whedon já anunciou que ele já está preparando a nona então os fãs não tem com que se preocupar.

Um comentário:

Mizzz disse...

Yaaaaayness!!
O que era confuso, ficou mais ainda com aquela história de "Buffy & Angel: Deuses" WHAT?! oO'

Creio que o pessoal roteirista fez uma bagunça boa na cabeça de todos os leitores até chegar a conclusão do o que afinal é Twilight. Na edição 35 já mostra que a "seed" do encontro amoroso entre os dois pombinhos virou aquela Quimera que aparece nas edições da Faith "No Future for you" e toda aquele refrão chocante de "God save the Queen" blablabla (E eu achando que era só uma piadinha com a música dos Sex Pistols xDDD).

Andrew é um caso a parte de um personagem de fundinho de cena se transformar num herói sem querer. Eu chorei quando ele foi lá de coração aberto conversar com as Slayers que ele cuidava e que saíram do controle. Foi uma cena comovente ele se prontificar e dizer: "Não, eu vou porque sou eu que deveria cuidar delas!".

Aaaaaah o diálogo dele em volta da fogueira sobre Star Wars foi o ponto alto de toda a bagunça na Escócia, as referências estão super bem administradas ali \o/

Xander & Dawn? Par inimaginável no seriado, mas nem tanto assim nos quadrinhos. Ele estava ali com ela em todas as fases intermináveis de transmutação (Gigante? Tudo bem, centaura, quê?! Boneca?! Quê² Volta a ser a Dawn costumeira? Noooooo!!)

Gostei muito da parceria Giles e Faith, vamos ver se finalmente a coisa anda não? Já que teoricamente a Faith É a caçadora original hehehe. E tou doida pra ver a suposta traição da Willow contra a Buffy tão profetizada *cruza os dedos* quando veio aquele negócio de a mágica no mundo acabar, eu sabiiiiia que dona Rosenberg não aceitaria assim.

E Spike, Spike, lalala!!*agita pompons* Sem querer, mas ele consegue ser mais awesum e correto que o Angel \o/

Devo admitir que empolgação e confusão estão juntas nessa de ler a 8ª temporada, mas fico feliz em saber que haverá uma 9ª.

Só um furinho mesmo é que Angel After the Fall - possivelmente o que ocorreria ao mesmo tempo que a 8ª temporada tem pouco crossover.