segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Oscar 2012 - Os Vencedores (Crítica)


And the Oscar Goes To...
Por Louise Duarte

Ontem foi finalmente a grande noite dedicada a sétima arte. Os indicados ao Oscar, maior prêmio da Industria Cinematográfica compareceram em peso na noite de ontem, vestindo seus melhores vestidos e ternos patrocinados por marcas como Armani, Givenichi, Channel entre outros. Enquanto as atrizes desfilavam seus vestidos no tapete vermelho, jornalistas faziam uma última entrevista com os indicados, antes do vencedor ser finalmente anunciando.




A noite não teve muitas surpresas, realmente. A Invenção de Hugo Cabret que estava indicado a 11 estatuetas, levou 5: Melhor fotografia, direção de arte, efeitos visuais, mixagem e edição de som. Já O Artista que estava indicado a 10 estatuetas, levou também 5 incluindo os principais da noite de melhor filme, diretor para Michel Hazanavicius, ator para Jean Dujardin, trilha sonora e figurino.



O grande problema da premiação para os brasileiros foi para aqueles que não tem tv a cabo e dependeram da Globo para assistir a premiação. A Emissora passou o evento com mais de 1 hora de atraso por conta da exibição dos programas Fantãstico e Big Brother Brasil. Um total desrespeito com o telespectador. Por que não ceder os direitos de exibição para outra emissora se não vai passar na íntegra. Só o Carnaval que interessa mesmo... Falando no O Artista, o cachorrinho do filme Uggie esteve presente na cerimônia e fez mais sucesso até que Brad Pitt e George Cloney juntos!

Outros vencedores da noite incluem a magnífica Meryl Streep que já foi indicada 17 vezes a estatueta mas só ganhou 3 vezes, sendo essa sua quarta. Levou o oscar por sua atuação em A Dama de Ferro. Ainda não vi o filme, mas quero muito ver ainda mais porque sei a atriz competente e brilhante que a Meryl é. E como gosto dela, sei que ela deve ter merecido ter ganho o prêmio por interpretar Margareth Thatcher.




Falando em Brad Pitt e George Clooney, os dois perderam feio para o francês Jean Dujardin. Rolava até uma aposta entre os dois amigos onde em uma delas George Clooney teria que tomar conta da prole de Pitt com Angelina Jolie. E falando em Angelina Jolie, ela foi a grande atração da noite, ou melhor, sua perna direita. Billy Cristal foi o apresentador da edição desse ano, mas ao que parece não conseguiu agradar muito com suas piadas. Tentou, não conseguiu arrancar muitas gargalhadas do público. O grande destaque foi para a abertura da premiação que fez uma montagem com cenas de vários filmes.



E finalmente, a música Real in Rio de Carlinhos Brown e Sérgio Mendes que estava indicada a melhor canção pela animação Rio, foi deixada de fora novamente, perdendo para a canção Man or Muppet do longa Os Muppets. Uma pena, pois Real in Rio merecia ter ganho assim como Rio deveria ter sido indicado na categoria de melhor animação.

Confiram a lista dos vencedores da noite:

Melhor Filme
O Artista
Melhor Atriz
Meryl Streep, por A Dama de Ferro
Melhor Ator
Jean Dujardin, por O Artista
Melhor Atriz Coadjuvante
Octavia Spencer, por Histórias Cruzadas
Ator Coadjuvante
Christopher Plummer, por Toda Forma de Amor
Melhor Diretor
Michel Hazanavicius, por O Artista
Melhor Edição
Millenium - Os Homens que não Amavam as Mulheres
Melhor Documentário
Undefeated
Melhor Documentário em Curta-Metragem
Saving Face
Melhor Animação
Rango
Melhor Trilha Sonora
O Artista
Melhor Canção Original
Man or Muppet, de Os Muppets (Bret McKenzie)
Melhor Roteiro Original
Meia-noite em Paris
Melhor Roteiro Adaptado
Os Descendentes
Melhor Som
A Invenção de Hugo Cabret
Melhor Edição de Som
A Invenção de Hugo Cabret
Melhores Efeitos Visuais
A Invenção de Hugo Cabret
Melhor Curta-Metragem de Animação
The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore
Melhor Curta-Metragem
The Shore
Melhor Filme Estrangeiro
A Separação
Melhor Maquiagem
A Dama de Ferro
Melhor Figurino
O Artista
Melhor Direção de Arte
A Invenção de Hugo Cabret
Melhor Fotografia
A Invenção de Hugo Cabret

Um comentário:

Adon disse...

Boa crítica. Mas uma correção: esta foi a terceira e não a quarta premiação para Meryl Streep. Antes, ela havia vencido como atriz coadjuvante por Kramer vs. Kramer(1979) e como atriz principal em A Escolha de Sofia (1982).